quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Indecisão

Eu nunca fui de ter problemas em relação a decidir coisas. Sempre tive opinião muito forte e tomava minhas decisões certa do que estava fazendo.

Eu lembro que uma vez estava saindo com um amigo meu que disse que gostava de mim justamente por eu não ser o tipo de mulher sem iniciativa, que deixava tudo para o homem escolher e simplesmente aceitava.

Em relação a aceitar as coisas eu continuo assim (velhos hábitos nunca mudam), mas tenho andado tão indecisa que isto está acabando comigo! Me cansa ser assim! Qualquer besteirinha tem sido um desgaste mental tão grande que tenho andado estafada!

O pior é quando você escuta aquela (maldita) frase: - Você sabe o que quer...
... só não quer aceitar!
... só não admite!
.. só não tem coragem!

No MEU caso acho isso uma puta palhaçada! Já que, se eu REALMENTE soubesse o que quero, simplesmente iria lá e realizaria a coisa.

A bobeira é tanta que coisas cotidianas estão (como eu já disse) sugando minhas energias devido ao estresse que se tornam. Coisas banais! Compras, por exemplo, demoro UM ANO para decidir o que levar e é só terminar de pagar que me arrependo instantaneamente (isso vai desde uma bebida até um tênis).

Outra coisa é em relação à minha falta (de vergonha na cara) de exercícios físicos. É gente, parei a natação (pode falar que já sabia... rsrs). Não sei se faço musculação, Ioga ou pilates. Ou se caminho com a cadela. Ou se simplesmente assumo o "sou sedentária, e dai?".

Agora, a moto. A bendita moto, minha atual fonte de pensamentos. Nem comecei a fazer as aulas e a compra da moto já assombra meus pesadelos. Nova ou usada? Custom ou street? Marca tradicional ou nova?

Sei que não podem me ajudar, foi só um desabafo de uma pessoa que simplesmente não tem sabido o que quer, e como nunca foi assim, (acreditem) está realmente estressada e exausta com a situação.

4 comentários:

Laura Schwartz disse...

É amiga dampira, você tem duas opções: tira unidunitê ou enche a cara e decide bêbada.

Acho que é falta de vitamina pro cérebro funcionar bem, ou é o calor miserável de Muriaé, porque o calor miserável de Porto Rico afeta meu cerebrinho também.

A troca de idéias com amigos também costuma fazer falta, eu sei que pra mim faz, daí é falar pro espelho, pra ouvir as idéias em voz alta. huhauhauhauhua

Nuno Medon disse...

olá! Aqui costuma-se dizer,que a almofada é uma boa conselheira! Logo á noite, ao deitares-te, pensas mais um bocado, para achares a resposta. beijos e um abraço!

Rachel disse...

MOTO NÃOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!hehehehe...
Uma fisioterapeuta que já sabe os malefícios que esta coisa traz..aiaiaiai...vim aqui pertubar um cadim..
"ser ou não ser, eis a questão"..hauhauhaua...Vc não é a única a ter dúvidas tá?!!! ;)
bjosss

Diana Bitten disse...

Eu não te disse que estou no processo de tirar minha carteira?

Se a porcaria da transferência tivesse chegado eu já estaria fazendo a prova, bosta!