quinta-feira, 7 de maio de 2009

Spicy Pink

Spicy Pink é um josei mangá que me foi recomendado por uma das minhas coleguinhas de blog. Segundo ela é o melhor josei "ever". Bom, tive que checar.

Inicialmente eu gostei por ter só 12 volumes, o que facilita muito a vida das pessoas maníacas-compulsivas-ansiosas como eu, já que lemos em uma tarde.

Conta a estória de Sakura, uma mangaká de 26 anos que está começando a melhorar em sua carreira e, basicamente, vive em função disso. Porém, por influência de uma amiga, ela é obrigada a ir em um gokon e conhece Koreeda, cirurgião plástico de 30 anos, que inicialmente não a cativa.

O rapaz é obviamente tudo de interessante, praticamente perfeito e solteiro. Por isso sofre uma certa pressão pelos pais e resolve, como uma fuga, chamar Sakura para sair, como forma de aquietar um pouco a pressão familiar.

Pela parte da Sakura ela resolve aceitar o "flerte" para ter uma experiência amorosa e melhorar sua performance como escritora de shoujo mangá. Sendo assim eles começam um namoro de conveniência. Porém, conforme o tempo vai passando e eles vão saindo cada vez mais, o sentimento deles começa a despertar.

É um mangá mais maduro, já que é josei, trata, portanto, de assuntos como trabalho, casamento, estresse de carreira, falta de tempo e tal... por isso tem também um ritmo um pouco mais lento e "cotidiano". É gostoso de ler, mas não tive grandes emoções.

Fiquei até mesmo um pouco decepcionada com o final, apesar de admitir que é bem realista e maduro também, um final bem "cotidiano" também, aliás, é O final que existiria na vida real.

Gostei da personagem feminina - Sakura, ela tem seus defeitinhos (como todas nós), suas falhas, inseguranças, ou seja, não é perfeita, mas é exatamente isso que a torna especial de alguma forma. Ela é uma personagem muito humana, que poderia ser qualquer uma de nós.

Recomendo! Leia AQUI (inglês). E, Belita, obrigada pela dica!

12 comentários:

Laura Schwartz disse...

Traidora.

Diana Bitten disse...

Muahaha Muahaha

Belita disse...

Agora, a principal questão do mangá é: por que esse final??? Caraca!!! Ainda tinha tanta história para rolar, tanta coisa que podia acontecer e, de repente, vem esse balde de água fria! A maior sacanagem EVER! Pode ver que era só o comecinho da história... xoxei geraaaaal!!!

Tem um manga bacaninha da mesma autora que se chama Cherish... é bom tb, bem leve, só 03 capítulos...

Ah, não resisti e comecei NANA. Vamos ver o que é que dá.

Bjinhos!

Diana Bitten disse...

JUSTAMENTE!!!! Aquele final era para ser tipo um início!

O mangá foi curto demais! teria como desenvolver muito mais!

Realmente concordo, maior sacanagem EVER!

Laura Schwartz disse...

Ai credo. Terminei. Que final babaca. rsrsrsrsrsrsr

O mangá é bonitinho e tudo, mas que parece que puxaram a tomada no meio caminho, isso sim.

Diana Bitten disse...

Entendeu o que eu disse? Não é RUIM, é inacabado!

Foi o que disse,parece que puxaram a tomada antes do final do filme!

Belita disse...

Exatamente! Olha só o que uma pessoa lá no fórum disse:

"I swear to buddha, allah, the spirits and to the gods of mt olympus that I would curse this damned, no-good, spoil-sport, tease manga-ka for ruining a fairly great manga that had a good plot and savvy characters.

I mean WHAT THE HELL WAS SHE THINKING?!?!? Its like I was watching things fast forward only to find out that I've reached the end already? Seriously."

Eu concordo totalmente! A história tinha potencial, os dois estavam se conhecendo, a menina era legal, o carinha era interessante e falava de coisas que acontecem na vida da gente! Tipo, eu tenho 26 anos, acho meio chato ler histórias de menininhas de 16 anos e todas as burradas que elas fazem (eu já fiz as minhas nessa vida, né?), entendem?

É isso! Tinha tudo para ser um mangá MASSA, maaaas...

Bjinhos!

Diana Bitten disse...

Ahauhauhauah muito bom!

Belita, concordo plenamente, nem preciso acrescentar mais nada... rsrsr tudo já foi dito e muito bem dito! rsrs

Laura Schwartz disse...

Ditto. Também concordo com o que estava no seu blog e com você e com a Diana e provavelmente com o todo mundo que leu esse mangá. rsrsrsrsrsr

Lancaster disse...

Viu que ele saiu no Brasil?

Diana Bitten disse...

Olá Lancaster! Bem vindo de volta!

Não, não vi não. Aliás, nem tenho visto nada por falta de tempo mesmo.

E, ALIÁS, o Hajime No Ippo tb nem se cogita pelo mesmo motivo.

Fico muito eliz que tenha saído, mas esse é definitivamente um título que não irei comprar, já que achei bem morninho.

Um abraço!

Lancaster disse...

Tô quase te propondo outro, mais curto, mas agora, com a perspectiva de retirada da onemanga do ar, isso nem vai fazer muita diferença... :\