domingo, 6 de setembro de 2009

Love Strip e Kindan no Koi wo Shiyou

Estando à toa, só trabalhando e estudando para a pós, me sobra muito tempo para fazer absolutamente nada! Coisa boa. Então, quando eu estou sem fazer nada, procuro coisas para ler, como sabem. (Ou melhor dizendo, eu arrumo um jeito de não fazer nada para poder ler)

Farei uma sequencia de posts com os mangás que li essa semana. Começo com duas estórias curtas tão fracas que não servem nem para fazer um post exclusivo (aliás, nem vou pesquisar os nomes pois não valem a pena).

Love Strip, de Shinjo Mayu e Kindan no Koi wo Shiyou (eita nomezinho safado), de Ohmi Tomu.
Love Strip conta a estória de dois estudantes que sempre estiveram na mesma classe, até o dia em que a menina não passa no exame de admissão para a escola de ensino médio que o menino passa. Ela é nerd, só que com uma inteligência que deixa a desejar, já ele é super charmoso e popular, além de super dotado. E, por incrivel que pareça é apaixonado por ela desde sempre, não dando atenção aos apelos do bando de meninas que o persegue.

O que ocorre (a "trama", se é que pode ser chamada disso), é que ele vai tutorá-la para que ela consiga passar no exame para a faculdade que ele irá (já que ele afirma não saber como viver longe dela). Só que isto é feito de uma forma não ortodoxa já que, se ela não acertar as questões, terá que tirar uma peça de roupa. Preciso falar mais? Para terem noção, quase no final da estória um capítulo praticamente todo gira em torno do tour que ele está fazendo pela faculdade, vendo quais os lugares que eles terão para transar escondido quando ela passar. Sem comentários! Muito ruim!
Já o Kindan no Koi wo Shiyou consegue ser ainda pior!!! Olha, foram poucos os mangás que li (e olha que leio muito trem estranho) com tão baixa qualidade como este!

Conta a estória de uma mulher que simplesmente não consegue fazer o caminho de casa para o trabalho sem ser atacada e, num desses episódios, ela é salva por um lobo. Só que esse lobo tem o poder de virar humano pelo poder da lua, ele é praticamente um lobisomem inverso. Ai o pior: ela se apaixona por ele, transa com ele e amanhece com um "cachorro" do seu lado e sente ciúmes da cadela de um dos clientes de sua loja. Tem cabimento uma coisa dessas? E, para completar, essa bosta tem continuação!

Acho que esses mangás só tem uma qualidade: serem estórias curtas, o que diminui o sofrimento de quem está lendo! Não recomendo, mas quer sofrer mesmo assim? Cheque o Love Strip e Kindan no Koi wo Shiyou, mas não digam que eu não avisei.

11 comentários:

Laura Schwartz disse...

Li o primeiro e achei idiotinha, comecei o segundo e desisti bem no comecinho. UFA! hauhauhauhua

Diana Bitten disse...

Pois é, lembrei que vc tinha lido o primeiro (confundiu com aquele do karatê, lembra?) quando li a parte que ele procura os lugares... putz.

Agora, sorte sua não ter lido o segundo, é triste demais! Dá até raiva de eu ter perdido o tempo!

Lancaster disse...

Pior que eu ri muito da sinopse da segunda história. Deve ser uma bomba mesmo, mas lendo assim não deu pra não rir. XD

Diana Bitten disse...

Acredite que SEM ler dá vontade de rir, LENDO dá vontade de chorar!

O troço é realmente uma bomba. Atômica! Não sei como alguém tem coragem de escrever um trem daqueles! Chega dar até vergonha, sabe?

Belita disse...

Disse tudooooo, colega!!!

Destestei os dois! O primeiro eu li até o final (sabe aqueles mangás que você lê pensando "pode ser que melhore" ou "não é possível que seja só essa merda"?) e me arrependi amargamente de ter perdido meu tempo lendo essa porcaria!

Bjos!

Diana Bitten disse...

Olha Belita, sorte sua que você só teve o desprazer de terminar o primeiro!

Pois, acredite, o segundo consegue ser MUUUUUUITO pior!

Gente, como alguém publica um trem daqueles? Com TANTO material que deve valer apena ai, sem nenhuma chance... putz!

vanessa disse...

KKKKKKKKKKKK não deu pra não rir desse post!
Eu li o primeiro todo há tempos, a única coisa engraçada é a cegueira que ele tem pela menina, que todo mundo acha feia e ele é o único que acha ela linda! Já até deletei.
O segundo eu peguei mas não cheguei a ler, eu imaginei que o cara fosse tipo um lobisomen, que vira lobo de vez em quando, agora, dormir com um carinha e acordar com um cachorro........... o.O, e ainda ficar com ciúmes da cadela.......................................que tosqueira é essa, minha gente!!! Isso deve ser pra agradar de forma velada agradar os que tem tara por animais, só pode...

Diana Bitten disse...

@ Vanessa:

Adorei seu comentário! rsrsrs

Olha, mantenha distâncias desses títulos, para o seu bem. realmente não acrescentam nada.

Tosqueira essa coisa do cachorro. Nojento até!

Uma beijoka!

vanessa disse...

Vou sim, obrigada pelo aviso! rsrs

bjks

Kol disse...

E antes que diga algo, não, eu não tenho tara por animais >.<

Anônimo disse...

Realmente, o enredo desses estórias, são bem ridículos, talvez a intenção única dos autores é mostrar o hentai e ecchi! Coisa chata eu não leio! E olha que não leio mesmo, é chato, eu paro na hora! Só pelos enredos nem da vontade!:P