quarta-feira, 24 de junho de 2009

Amor em Minúscula

Livro que, na minha opinião, só tem uma palavra para descrever: singelo.

E, apesar de eu não ser muito fã de coisas singelas, curti o livro.

Conta a estória de um professor universitário trintão e solitário que muda sua vida a partir da entrada de um gato nela. Pequenas atitudes diferentes, mudanças de rotina e uma maior liberdade de expressão consentida fazem com que oportunidades apareçam e, através delas, várias tranformações cotidianas passam a dar "vida" a uma sobrevida.

O tal professor (desculpem, sou péssima com nomes) se permite arriscar e, então, passa a viver.

Demorei semanas para ler o livro, que a propósito é muito fino (umas 280 páginas), justamente pelo seu ritmo ser lento e não dar grandes curiosidades ou fortes emoções. Porém, o TEMPO TODO te deixa rodeado por um clima gostoso. Basicamente o livro não é um sol de verão, mas aquela mormacinho de primavera, sabe? Muito gostosinho, mas sem grandes excitações.

Acho que o ponto alto do livro, o que eu realmente curti, foram algumas passagens de citações de outros autores, que podem ser consideradas "as sacações do personagem". O protagonista dá aulas de literatura alemã e é uma pessoa bem culta no geral, então ao seguirmos sua linha de pensamento passamos por passagens muito interessantes!

Mas o enredo é morno e o final fica em aberto, coisa que simplesmente ME MATA!!!

Mas recomendo! Eu comprei, mas se quiser dar uma olhadinha, cheque AQUI.

3 comentários:

Nuno Medon disse...

olá! será que também existe em Portugal o livro! Quando terminar os livros que ando a ler, tenho de ver se aqui, tem esse. Pela forma, como o descreveste, parece muito interessante. beijos e um bom fim de semana para ti! espero que te encontres bem! estou bem.

Diana Bitten disse...

Olha, sinceramente eu acho que esse livro e simplesmente PERFEITO para você!!!!!

Tenho CERTEZA absoluta que vc vai realmente gostar!

É "do seu" e "o seu" estilo!

Leia sim! E se não tiver ai baixe pelo link, pois para vc VALE A PENA!

Bjo e brigada pela visita!

Laura Schwartz disse...

Hmmmm, acredito que não seja o MEU estilo. Aliás, de repente eu deveria aprender a ler auto-ajuda porque preciso. huahuahuahauhauhauha Mas vou começar pelo do Nuno Cobra ... um dia.