terça-feira, 8 de junho de 2010

Sussurro

O post a seguir foi feito em equipe, já que eu e Laura (versão aqui) lemos o livro simultâneamente pela net. Terminamos a leitura nesse exato momento e resolvemos escrever o que discutimos, já que ambas estão mortas de preguiça de gravar um podcast.
Após a leitura de Hush Hush (Sussurro), de Becca Fitzpatrick, temos algumas considerações, mas antes vamos à sinopse: Nora Grey é uma adolescente comum que, após trocar de lugar na aula de biologia, passa a ter como parceiro o misterioso Patch. Por motivos que serão explicados posteriormente, os dois irão se aproximar e, concomitante a isso, coisas estranhas começam a ocorrer com Nora, que passa a ter sua vida em risco constante. Nora fica, então, dividida entre sua crescente atração por Patch e a desconfiança de que ele possa estar por trás de tais acontecimentos. Tudo isso em uma estória de romance e suspense sobrenatural.

Ok, vamos à discussão!

Em primeiro lugar disparado está a comparação com a série Crespúsculo. É impossível não ficarmos a cada acontecimento comparando os dois livros. IM-POS-SÍ-VEL! Chego ao absurdo de falar que, quem leu um já vai conhecer a estória do outro (com diferenças do tema e pano de fundo), chegamos a comparar personagem a personagem. Frases. Existem frases iguais! Ou melhor, para não sermos muito críticas, frases exatamente semelhantes (rsrsrs).

Dito isso podemos continuar a discussão: ambas admitimos que gostamos, porém temos ressalvas.

Não é segredo para ninguém que não gostamos da Bella e temos motivos de sobra para isso. Não irei destacar as inúmeras características que nos levam a ter esta opinião, porém perto da Nora a Bella é extremamente mais aceitável, depois de conhecer a Nora, eu até estou mais apta a entender a decisão do Edward. Agora, estou esperando alguém me convencer da decisão do Patch, ai vai ser difícil! Se antes eu achava que a Bella não tinha atrativos suficientes, agora eu tenho certeza que quem não tem é a Nora. Não dá para entender como uma criatura dessa é protagonista de uma estória de amor sobrenatural, sendo uma personagem tão pouco cativante e sem expressão. A Bella até subiu nos nossos conceitos!

Em relação a personagem masculina, acreditamos que não se comparam, já que o Edward é muito mais atrativo devido ao apelo romântico do personagem, coisa que não vimos no Patch. Tentando ilustrar melhor, posso dizer que o Edward inspira o nosso lado romântico adolescente, enquanto o Patch não se encaixa nesse papel, já que apresenta um perfil muito mais "humano" e sexual. Não que Patch não seja atraente, não estou dizendo isso, porém o elo entre o casal não convence tanto quanto Edward e Bella. Até agora simplesmente não entendemos o que une TANTO o Patch à Nora.

Outro ponto que Crepúsculo ganha é a questão dos personagens secundários e isso é mais um tópico que não conseguimos nem comparar. Em Sussurro a trama está baseada em uns cinco personagens secundários que não são tão caprichados, não são tão cativantes e existem apenas para preencher o cenário, sem nenhum foco próprio.

Temos que abrir um parágrafo para destacar a personagem secundária principal, a tal amiguinha da Nora: Vee Sky. Não entendemos se a ideia era uma leve crítica a adolescência e suas futilidades; ou uma tentativa de fazer a Nora parecer melhor do que na verdade é; ou ainda se a personagem era tão sem noção apenas para justificar as condutas tão absurdas que tinha. Não que ela não tenha extraído boas gargalhadas, mas acho que era mais pela questão da irrealidade, ou, como disse, do absurdo demonstrado.

Olha, após inúmeras críticas, gostamos da leitura e, lendo juntas (coisa que REALMENTE é difícil de fazer na net) devoramos o livro em três sessões de leitura, que não somam mais de seis horas. O livro nos divertiu, acreditamos que foi uma leitura muito gostosa, porém é só. Não ficamos absurdamente ansiosas esperando a continuação, porém isso não quer dizer que logo que saia nós não iremos conferí-la... Crescendo vem ai e, com certeza, estaremos sentadas aqui, lendo e gritando uma com a outra: "passou na minha frente, espera!!!" (frase mais falada quando lemos juntas pelo skype rsrsrsr)

Recomendamos pois gostamos, mas, como dissemos, com ressalvas.

9 comentários:

Laura Schwartz disse...

E depois vem falar que estamos ficando diferentes nos gostos!

Diana Bitten disse...

Olha, agora falando sério, dessa vez ficaria muito complicado de termos opiniões muito diferentes, não?

Primeiro pelo nosso gosto "Edwardiano" (digamos assim) teríamos a mesma visão, e segundo que estávamos lendo SIMULTANEAMENTE, o que acaba influenciando tb, não?

Bjo!

Laura Schwartz disse...

Pode ser, mas as risadas e os "nada a ver" ou "twilight purinho" ou "noooossa" foram TODOS nos mesmos pontos, simultaneamente.

Bjo!

Diana Bitten disse...

É verdade, mas você esqueceu dos "HUUUUUMMMMM"!

Débora Lauton disse...

Adorei a idéia meninas... na próxima façam um podcast...
Ah, e me convidem!! Fiquei com uma invejinha básica...rss

beijos,
Dé...

Diana Bitten disse...

Ah Dé, se a gente soubesse... vc estaria certamente convidada para a nossa bagunça. Adoramos trazer as pessoas para o mal caminho ahuahuah

Da próxima topa?

Bjo e obrigada pela visita!

Beli disse...

Oi, Diana!!!
Adorei a resenha do livro... apesar que eu tenho que confessar que adoro Hush, Hush... E eu penso que tem um climinha mas sombrio que Crepúsculo... apesar que eu gosto das duas séries...
O Patch faz mais o tipo badboy e Edward, ai, ai, é do tipo mais sensível e romantico...
Adorei!!!
bjus

Tábata Kotowiski disse...

Nossa, Diana, adorei esse idéia de ler junto! É bem mais divertido, né? E é bom que dá pra trocar idéias na hora. Concordo com o podcast da Débora. Podia rolar um por aqui!

Smacks pra ti!

Diana Bitten disse...

@ Beli:

Acredito que Crepúsculo tenha toques mais originais do que Sussurro, fora a parte já comentada dos personagens secundários e o carisma dos protagonistas. Mas, como eu tb disse, tb gostei bastante do Hush Hush tb.

Obrigada pelo elogio!

@ Tábata:

Nós fazemos isso há anos! Aliás, não só com livros, mas tb com mangás, com séries, com filmes... desde que nós moramos em "planetas" diferentes, aprendemos a sincronizar tudo pelo skype.

É realmente divertido!

Já pensamos em mil podcasts, esse então seria perfeito, pois rimos muito discutindo os livros, mas ainda não criamos coragem! rsrs

Beijos a obrigada pela visita meninas!