quarta-feira, 16 de junho de 2010

Palavras à toa, de uma à toa

O título do post é uma tremenda mentira, já que a última coisa que eu SOU é à toa, mas eu estou tão desanimada que optei por ESTAR à toa, se é que me entendem.

Dentre as coisas importantes que tenho que resolver posso citar uma entrevista de emprego (aliás, de parceria), a formulação de um projeto para entregar em uma ONG, a preparação da festinha de 4 anos de Filhote e (o pior) estudar para uma prova escabrosa da especialização.

Dentre as coisas menos importantes, ou melhor, menos urgentes, posso citar ir ao dentista, mostrar exames para dois médicos, vacinar, voltar para academia e (o melhor) ler um livro que (mesmo sendo ótimo) estou enrolando (coisa que não posso, já que estou com 4 na fila para ler até julho, sendo que um é O Senhor do Anéis, uma leitura não muito rápida).

Ou seja: coisas para fazer eu tenho, mas quem disse que meu ânimo ajuda?

Ultimamente a única coisa que tenho feito com gosto é comer (e beber - óbvio rsrs -, biiiru rules!), prova disso é que eu alcancei o maior peso que tive em toda a minha vida, coisa que tem me deixado realmente desesperada e totalmente "de mal" com a máquina fotográfica.

Por causa disso, estava passeando em um blog de dieta e lá a "dona do blog" estava relatando os acontecimentos (e os "comes e bebes") do aniversário da filhinha. Ai eu surtei, já que meu filhote, que nasceu ontem, vai fazer QUATRO anos! Como o tempo voa!

Geeente, COMO-O-TEMPO-VOA!! E como muitos de nós simplesmente não sabemos aproveitar e voar junto!!! Somos simplesmente arrastados pelo vendaval e, na maioria das vezes, acabamos muito ralados na experiência. Eu tenho sido a prova viva!

Porque não nos preparamos para bater as asas? Hein? Ou então, se não quisermos ter trabalho, por que não aprendermos a planar? Planar é diferente de sermos levados, já que dessa forma, sem esforço, decidiremos para onde o vento irá nos levar.

Como fazer isso? Como animar para traçarmos o nosso plano de voo individual? Boa pergunta... vou parar de divagar e adiantar a leitura... já que não sei voar, vou me contentar com ler mesmo.

2 comentários:

Andreia Flor Morena disse...

Oi amiga
vim parar aqui e que bom!
Nandando ou melhor navegando e pelo comments q vc fez lá no jardim... Sabe q ás vezes sinto-me assim? Uma a tôa não tão a tôa que não sabe em q terreno planta pq talvez a terra não seja boa e de boa não tenho saco para fazê-la assim ficar?
Bem tenho q só agradecer e em coro unissono cantar com a Dori com vc: continue a nadar, continue a nadar... e assim vai...

Laura Schwartz disse...

É minha filha, nós estamos ficando velhas e o tempo vai passando. Eu me sinto uma perdida no tempo, e espero fazer uma mudança JÁ. E o mais importante, começar a viver o agora e não o que planejo pra quando isso ou aquilo ...