sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Buenos Aires - parte 4

Quinta-feira fomos para a parte mais "histórica" do bairro Palermo (já que no dia anterior tínhamos ido na parte mais "comercial", onde estão os outlets) e inicialmente visitamos o Museu Evita.Gostei muito do museu e fiquei bastante impressionada com algumas coisas, já que ignorava (coisa absurda, eu sei) várias partes de sua história. A casa em si já detém um clima diferente, ao meu ver uma atmosfera meio pesada o que é agravado já que várias salas são muito escuras. Parei uns minutos para assistir a um dos (muitos) vídeos e choquei, já que nele mostra o corpo de Eva Perón faltando vários pedaços. É, vários pedaços faltando, graças a uma violação ao corpo (embalsamado) devido a questões políticas. Não sabia desse fato e sabia muito menos que VERIA essa cena, sob um discurso muito emocionado e inflamado de uma de suas admiradoras.
Saindo de lá fomos (aliás, as meninas foram) almoçar e logo partimos para (O MARAVILHOSO) Jardim Japonês. Nem preciso dizer que amei, não é? Tirei (com minha máquina, ieeei!) váárias fotos, comprei pequenas lembrancinhas e apreciei muito tudo! Delícia! Pena que eu não tenho acesso constante àquele lugar. Muito bacana!!! Lá se sente muita paz!Bom, saindo de lá (sob um vento insuportável e um frio intenso) fomos ver o Planetário e partimos direto para o Malba - Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires. O Malba (que é mínimo) tem vários quadros famosos, destaco o Abapuru (que não gosto), o Auto-retrato de Frida Kahlo e algumas obras de Andy Warhol, porém não fiquei fascinada pois esse tipo de arte não faz muito meu estilo.Saindo de lá fomos para casa, já que de noite pretendíamos sair. Saímos, fomos a um pub no Palermo Soho e foi muito bom! Dj bom, Kir Royale bom e Mojito melhor ainda!

Um comentário:

Laura Schwartz disse...

Nossa! Muito tempo mesmo que não tomo um Kyr Royale! Adoro!!!