quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Indecisão + tédio = ansiedade!


Olha, esse meu "poblema" (pois como diz uma amiga minha tem duas formas de dizer problema atualmente, ou dizemos probrema, ou poblema, só que pobrema são os "pobrema" de matemática, e os "poblema", são os "poblema" da vida)... mas voltando, o meu problema de indecisão está me levando à loucura!

Essa semana eu fiquei numa crise tremenda por causa da tal moto. Compro nova? Se for nova compro com partida ou de pedal? Mas compro como? Qual proposta de venda é melhor? Ou melhor, será que não é uma boa eu comprar a moto usada como estava querendo?

Aham... isso ficou na minha cabeça quase 20 horas por dia, o que resultou em:
- parada total dos meus demais projetos pessoais (estudo? foi o tempo!);
- impedimento para frequentar a academia;
- menor quantidade de terapia manual na clínica (rs credo, meu deus);
- apurrinhação para os que me rodeiam (sorry Wescley, Mamyli, Eraldo!);
- uns 10000000 reais de telefone para todos os contatos envolvidos;
- e... eu não me decidi!

Quer saber de uma coisa? Vou definitivamente me impedir de tomar qualquer decisão na minha vida. Vou começar a deixar tudo para cima da hora e deixar a "vida me levar", pois eu estou ficando estafada com essa minha falta de iniciativa!

Cara, eu penso tanto, mas tanto em qualquer detalhe (acreditem, até marca de algodão), que eu chego à exaustão! E o que resulta disso? NADA! Pois é tanto dado que eu imponho ao meu cérebro para analisar, que a coisa trava! Eu simplesmente começo a ter um ódio da coisa analisada que até perco a vontade de comprar.

E, o pior: nessas circunstâncias a única coisa que tenho certeza é que eu NECESSITO de um chocolate e uma cerveja. (O que quer dizer que minha dieta é mais uma na lista de "estado de espera"!!!)

Esses dias, conversando com um "recém conhecido", ele chegou a comentar: "nossa, você está me assustando com essa necessidade de controle que você tem sobre suas ações! Você tem que relaxar e curtir mais as coisas!" E, até um certo ponto, eu tenho que dar o braço a torcer e concordar, sabia?? (Tudo bem que o que ele estava querendo que eu "curtisse" não ia acrescentar nada de útil na minha vida ahuahauhauah)

Resumo: a semana chegou ao fim, estou sem moto e sem algodão!

2 comentários:

Nuno Medon disse...

olá! quanta indecisão! tens que pedir conselhos aos teus amigos homens, aos do café ou bar... eles podem-te aconselhar. beijos e uma boa semana!

Diana Bitten disse...

É... estou pedindo amigo, já estou pedindo... mas o DRAMA continua!!! rs