quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Material Escolar


Todo mundo que me conhece sabe que eu sou uma pessoa muito econômica. Se alguém disser que eu sou zura ou mão-de-vaca eu nego até a morte, pois ser ECONÔMICA é diferente de ser unha-de-fome.

Bom, com esse meu jeito eu acabo tendo tudo que os outros tem, mas de uma forma menos dolorosa financeiramente. Exemplo absurdo eu tive hoje, quando cheguei em um dos meus trabalhos para marcar pacientes e me deparei com o desespero pós compra de material escolar.

Todos sabem que eu tenho um Filhote, que nesse momento está com quatro anos e meio e vai para o segundo ano do pré escolar, portanto, já tem uma grande lista de material.

No ano passado levei Filhote e Mamily para comprarem o material escolar comigo, já que era o primeiro ano em uma "escola de verdade", digo não-creche, então queria que isso servisse como um rito de passagem. Também por ser o primeiro ano, tive que comprar mochila de rodinha, todo o kit merenda, estojo... resumo: achei caro para caramba o valor pago.

Esse ano estava muito mais felizinha pois como meu filhote é MUITO organizado e cuidadoso com as coisinhas dele de escola, a a mochila (comprada no ano passado) está muito conservada e o estojo está praticamente NOVO, saído de loja. O avental, apontador, copo, lancheira... tudo absolutamente conservado.

Portanto, vou eu toda serelepe à papelaria (sozinha) comprar o que a lista pedia (ignorando sumariamente absurdos como: papel higiênico, sabonete, e demais produtos de higiene). Tá, comprei tudinho que era requisitado, obviamente optei por materiais com boa qualidade, mas não de marca. Comprei cadernos de capa dura, pincel e papéis do melhor tipo, lápis ecológico antideslizante...

Tá, já enrolei demais para chegar ao ponto. Sei que gastei MUITO POUCO, sério, até eu achei que tinha algo errado com o valor, ai quando eu abri a boca para comentar isso no trabalho, eu ouço um: "QUANTO??? ISSO NÃO CHEGA NEM NA METADE DA PRIMERA DE CINCO PARCELAS QUE EU TENHO QUE PAGAR PROS MEUS FILHOS!"

Rapidamente explico: essa menina tem dois filhos, uma de um aninho e outro mais velho que meu Filhote. Ela optou por só comprar coisas de marca, sendo bem exata do Ben 10 e da Jolie.Ai vem...

Me criticaram por eu pensar da forma que eu penso. Disseram "tadinho do seu filho", ou "na escola que o - filho da outra - vai estudar só pode ser coisa de marca, senão a criança fica triste", ou "vc faz isso pois sempre teve do bom e do melhor", ou "eu - a outra da conversa - só queria coisa de marca tb, e só vou comprar pro meu filho coisas caras e de marca".

Olha só... isso é valor que se passe para uma mente em formação? Que isso gente... com podem querer que o filho cresça fútil, sem saber o real valor das coisas?

GEEEENTE, sério... to meio chocada com os princípios desse pessoal. Isso vai fazer aumentar o rendimento escolar? Isso vai fazer a criança ser mais amada? Mais aceita? NOSSA... se as crianças da escola acharem que quem é melhor é quem tem coisas melhores, eu tenho pena de quem estuda nesse lugar.

Tá, admito que sempre estudei na melhor escola particular, só de elite (mesmo eu sendo a única pobretona), minha mãe sempre fez questão de me dar o melhor... mas é JUSTAMENTE POR ISSO que eu não dou valor a essas bobeiras, pois sei que isso não representa NADA!

Tá, agora para terminar... Filhote estuda em escola particular, e o dessa outra, que disse que só de marca para ela e para a filha, não. É... são os princípios, não paga pelo melhor ensino que pode pagar, mas paga para a melhor marca que será exibida para os outros.

4 comentários:

'Lara Mello disse...

Concordo Plenamente! Acho um absurdo certas coisas que vem em listas e tb não compro nada de marca, posso até fazer umas vontades, mas tudo é como eu quero e o dinheiro dar! Bju

Belita disse...

Total inversão de valores, né?

Muito triste isso porque as crianças acabam não dando valor aos livros ou ao estudo, mas ao que ela vai ter para mostrar aos "coleguinhas". E aí começa o bullying, a revolta típica dos pré-adolescentes, etc... e os pais não sabem o que foi que fez o filhotinho ficar assim... ah-han...

Tá certa você, Diana, de querer dar coisas boas para o seu filho, mostrando o que realmente importa - um ensino de qualidade.

Carol disse...

Acho que vc tá super certa, Diana! Minha filhota também estuda em escola particular, ela é um ano mais velha que o seu filhote e eu também não compro coisas de marca pra ela. Não deixo faltar nada, mas tambem nao compro tudo que quer do jeito que quer.. Além disso eu sempre tento comprar o material usando meu bonus da Inteligweb e ai acabo economizando mais um pouco ..
Não quero nem ver como vai crescer o filho dessa sua amiga viiu ...rsrsrs

Diana Bitten disse...

É meninas, mesmo eu tendo ouvido muito em função desse post, que eu "não devo me meter na vida dos outros, uma vez que não sou eu quem paga o material escolar alheio..." rsrsrs eu continuo afirmando o que acho e concordo plenamente com vcs!

Beijocas e obrigada pela visita!