segunda-feira, 2 de março de 2009

Segunda-feira com pé esquerdo

Não era momento de blogar, não queria (e nem devia) fazer isso, não queria transformar meu blog num diário, mas (quer saber?), se ele é meu eu faço o que me der na telha, né? Não vão esperando se divertir com esse post.

Sabe quando você planeja seu dia e as coisas começam por desandar logo de início? Pois é! Welcome to my life!

Cinco (entendam bem CINCO!) horas da manhã Laika (literalmente aquela cadela) me acorda aos latidos, por que o meu vizinho (vocês sabem que eu amo vizinhos né?) estava saindo para trabalhar, esquentando o CAMINHÃO na frente do meu portão. Tá, aposto que tem gente ai que vai falar: "Diana, existem tabalhadores que acordam essa horário todos os dias", ou " não reclama, pelo menos vc dormiu até as cinco", ou "não reclama, pelo menos você tem uma cama". Ai eu respondo: "Na boa? Dane-se eles. Não tá satisfeito? Vai vender coco na praia!"

Desculpem o estresse. Mas é que essa noite foi terrível para dormir, pois minha mente deu uns de seus revertérios habituais o que, somado ao calor, me impediu de dormir... então uma hora da manhã eu tava (literalmente) fritando na cama.

Quatro horas depois sou acordada. Por caminhão e latidos. Resultado? Perdi a hora (coisa que NUNCA acontece), saí correndo, cheguei no consultório, paciente me deu um bolo. Perceberam que são duas pentelhices antes das sete e quinze da manhã?

Ok. Pensei, melhor, eu dou uma relaxada até a próxima. Ai a próxima chegou adiantada. Ai pensei, ok, terei tempo depois dela para botar a papelada em dia (já que desde o dia 17 eu não coloco), aham... bom, não comentarei os mínimos detalhes, só sei que oito e meia eu estava embaixo de um sol de uns 50º indo atender lá no cafundó do judas e quando eu cheguei, pingando, o paciente vira e diz: "é, né... apareceu".

Isso foi o que? Ele queria que eu trabalhasse no carnaval?

Bom... sobrevivi ao resto da manhã. Ah, claro que uma paciente tinha que reclamar que minha mão estava muito quente. Pois se está fria é ruim, se está quente eu to com febre. (Eu tinha que ter um termostato na mão...)

Bom, ai cheguei em casa, tentando executar os planos que tinha em mente desde uma hora da manhã... e cadê que eu consegui? Gente... sem brincadeira, simplesmente não consegui executar NADA! Nenhuma coisinha. São quatro horas e eu não fiz nada!!!!

Plano:
Almoçarei - relaxarei (minhas costas de 1000 anos estão me matando devido a um joelho que eu trato que pesa uns 100 kg) - tomarei banho - estudarei - darei banho na Laika (não, melhor afogar a maldita) - arrumarei coisas - estudarei - irei na rua - net.

Fato:
Não almocei - não relaxei (minhas costas agora parecem que a cada movimento range, além de dar choques, sabem acho que daqui a três anos eu não vou ser efeitvada, serei aposentada por invalidez) - tomei banho (EBA! alguma coisa!) - não estudei - não dei banho na Laika - não arrumei nada - não estudei de novo - não fui na rua - to na net.

Achou dramático? Acha agora disposição para mudar isso... e me avisa onde está!

2 comentários:

Laura Schwartz disse...

huhauhauhauhauhauha! Tem dia que é foda mesmo! Nem vou postar do drama do meu banheiro!

A solução é:

A) Dormir por 2 hrs no mínimo e começar o dia de novo;

B) Encher a cara.

Diana Bitten disse...

Cara, Laura parei de beber dia de semana, só sexta, e às vezes quinta, cara, cerveja engorda muito!

Parei de beber e já perdi dois quilos, sem fazer nada diferente, então a culpa é da maRdita!