sábado, 28 de fevereiro de 2009

Nodame Cantabile - parte 2

Olha, o primeiro post que fiz a respeito de Nodame Cantabile SIMPLESMENTE não faz juz ao meu sentimento atual. Estou completamente apaixonada pela série (mesmo com Laura achando incrível isso).

Sinceramente, por mim eu ficaria horas aqui falando, babando, tentando convencer a todos no mundo inteiro a amar a série como eu, mas serei breve. (aliás, deixei para fazer esse post passado uns dias da "última exibição" para eu me acalmar e não ficar totalmente "insuportável-adolescente-piegas") (Sabem.. bem que minha tia falou que toda minha maturidade precoce um dia me faria "retardar", acho que chegou esse dia HAUHAUAHU)

Bom, terminei a série, terminei o mangá e resolvi ver o dorama (meu primeiro!!!). Para os que não sabem, dorama é como se fosse uma novelinha japonesa.

Primeiro, o mangá: maravilhoso, sutil, envolvente.

Segundo, o anime ( e temp): perfeito. A música simplesmente perfeita. Por mim veria esse anime para sempre só por causa da trilha sonora (volto a falar, para quem gosta de música erudita).

Terceiro, o dorama: (para MIM) apaixonante. Muito bem caracterizado e adaptado! (Mesmo com as pequenas diferenças na estória, que não perdeu em NADA o brilho)

Vamos lá, impressões do dorama: no começo pensei "o que eu estou fazendo assistindo essa tosqueira?" já que ele tem o acréscimo de cenas bem, hum, "animescas". As faces, os empurrões, as coisas meio extraordinárias que não existem na vida real.

Mas... eu não sei O QUE ocorreu, que de repente a coisa mudou. Ai eu tenho duas teorias: ou eu acostumei, ou a coisa suavizou.

Depois disso DANOU-SE, pois eu simplesmente me apaxionei pelo ator Hiroshi Tamaki e ficou tudo perdido para mim. Para mim ele É o Chiaki. (Pouparei os queridos leitores dos meus delírios tarados, isso eu deixo para os emails com Laura rs - ela que aguente, quem mandou me amar? rs) As regências no dorama MATA os coraçõeszinhos sucetíveis como o meu. O cara incorporou mesmo! E a atriz Juri Ueno É a Nodame. Simplesmente É a Nodame.

Olha, RECOMENDO! Aqui está o link com o anime todo, o dorama e o especial do dorama (inglês). Ah! Aliás! Para os fãns... terá continuação do dorama em 2010!

4 comentários:

Laura Schwartz disse...

Meu DEUS!!!!!!!!!!! Nunca te vi tão louca com um anime ou personagem assim, NUNCA. Até o Edward tá se sentindo traído, apesar disso tudo que você está pelo Chiaki eu sou pelo Edward. Huhuahauhauha! Só falta você começar a aprender piano agora!

Eu achei o Nodame bonitinho, achei o dorama bonitinho, mas não me atraiu de ver em uma sentada como outros animes já fizeram por mim, ou como certos livros fazem, a história é legal, os personagens são legais, mas não me inspiraram tanto assim.

Mas de verdade, eu entendo completamente esse tipo de comportamento obsessivo por uma série, livro, anime, personagem fictício, filme, sonho, etc, já até bloguei sobre isso, te compreendo, e sim, vc pode me escrever "gritando" e dando faniquito que não me importo. huhauhauhauhauhauhau

GOTH GOTH!

Diana Bitten disse...

Pera ai, ô traidora! Vc viu o dorama e não me falou? Viu ele REGENDO??? S...

Olha, se eu tivesse que aprender alguma coisa pelo Chiaki não seria piano, acredite. Rs :$

É o que a gente vive comentando: às vezes vimos coisas, lemos, conhecemos pessoas em situações que nos AFETA de uma forma misteriosa. Isso é totalmente relacionado ao nosso "estado de espírito" do momento, não?

gyabbo disse...

Nodame é certamente ótimo! Apesar de não ter lido nada do manga, tanto o anime quanto o dorama são muito bons, nem sei qual seria melhor

E obrigado pelo comentário no Gyabbo!, espero que volte sempre ^^ e seu blog é bem legal também, vou favoritar

Diana Bitten disse...

Obrigada por favoritar!

Olha, Nodame para mim, na minha atual fase é perfeito. Me completa.

Nem eu sei decidir entre o dorama, o mangá e o anime...

Vou visitá-los sempre! ;)