sábado, 11 de outubro de 2008

Expressões

Papa-Anjo

Estando sozinha essa semana eu tive bastante tempo para pensar. Entendam, nada útil, só pensar. Cultura inútil, sabem?

Algumas expressões vieram à minha cabeça, mas a que mais se fixou foi “Papa-Anjo”. A questão é: de onde elas saem? Quem será a primeira criatura que inventa as coisas? Deveríamos pagar pela propriedade intelectual...

Complicado achar a origem das expressões, pensei que fosse mais fácil. Bom, então recorri ao bom e velho dicionário, nada. Internet deve ter, não é possível! Olha, acredito mesmo que tenha, mas na MINHA busca não encontrei o que queria.

Encontrei coisas muito interessantes, menos "Papa-anjo". Só o significado: "Pessoa que fica ou namora com alguém muito mais novo(a) que ela(e)". Dããã, isso todo mundo sabe. Mas de onde saiu? Nada...

Bom, então parafraseando:

Quem inventou isso partiu do princípio que o agente-experiente (o papador) estava lesando (de alguma forma) a inocência da criatura (o anjo).
Isso quer dizer que nos dias de hoje essa expressão poe ser praticamente abolida! Atualmente encontramos pessoas jovens (mais novas) ingênuas, inocentes? Hum-Hum? Só rindo. Se bobear os papéis estão invertidos!
Outro fator: o anjo, por ser um "ente espiritual, intermediário entre Deus e o homem", poderia ser considerado um ser mais sábio, não? Se ele aceitou, sucumbiu, caiu na tentação, ou o que for... ele sabia muito bem o que estava fazendo, não?
Sendo assim não haveria mal nenhum em olharmos para o "céu" na esperança de encontrarmos algum anjinho... Rsrsrs

Espero-te, meu anjo, meu espírito, luz e tempestade.
Espero-te num raio de crepúsculo atravessando as trevas do meu horizonte.
Espero-te...aqui nesta minha margem, onde perscuto o infinito e tento vislumbrar-te.
Espero-te...
(3lobite )

Algumas origens de expressões: (Vale a pena conferir!!!)

2 comentários:

Samuel (Tripa) disse...

Acho que esse termo "Papa-anjo" não se aplica mais aos tempos modernos... "na minha época" sim, os(as) anjos se pareciam com uma melancia no sol, loucos pra fazer mal a alguem, se é que os "papados" viam isso com algum ato de maldade.
Mas enfim, hj em dia o relacionamento com certa diferença de idade é tão comum de se ver quanto uma briga de pinguços na calçada da Diana. E os com idade abaixo da idade do parceiro(a) vêem isso como "aprendizado da Arte" (em seu bom e mal sentido, depende da mentalidade de quem foi pego pelo anjo).

Lancaster disse...

Eu até entendo. Ninguém é mais "anjo" hoje em dia. Dizem os estudantes da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro que se algum dia uma virgem passar pelas escadarias do campus principal, os leões que enfeitam o lugar vão rugir.

Mas será que alguém já foi anjo em alguma época?:P