quarta-feira, 7 de julho de 2010

Sumiço, novidades e correria!

Detesto pessoas que falam "não tenho tempo para isso, não tenho tempo para aquilo ou estou muito ocupada para...". Nunca concordei com isso, já que acredito piamente que tempo se cria. Ocupado praticamente todo mundo está, mas existem pessoas que simplesmente não sabem lidar com isso ou supervalorizam a situação.

Claro que existem situações que, quando estamos com o tempo muito corrido, ficamos um pouco enrolados, como por exemplo quando temos que ir em algum local comercial ou banco, com horário restrito. Fora isso, quase sempre se dá um jeito.

Porém... a disposição pode nos faltar às vezes, e é isso que tem acontecido comigo.

Eu que vivia alardeando para os quatro cantos do mundo que ficava à toa de tarde por pura opção mas não posso mais me gabar, já que atualmente não consigo me encontrar de tanto compromisso que me enfiei, falta muita adaptação!

Inicialmente meu único compromisso da tarde (fora estudar, é claro!) era fazer avaliações em academias. De uns tempos para cá comecei a atender particulares. Depois comecei a atender medicina chinesa ocasionalmente em uma clínica. E agora eu estou com um pequeno consultório para atender estética. Pronto, tenho que me adaptar a essa nova realidade.

A adaptação é difícil depois de praticamente dois anos inativa (desde que e mudei para cá), até meu corpo está estranhando! Vivo cansada, um pouco estressada e muito ansiosa! E cabeça para estudar?

Final de estória: preciso me adaptar voando a essa situação, não posso deixar a qualidade de nada cair e o pior: tenho que me virar para estudar para uma prova escabrosa na especialização! Cadê a disposição?!??! Tem remédio isso?

PS: por isso não lerei o livro do desafio literário e por isso dei uma sumida. :$

2 comentários:

Laura Schwartz disse...

Cara, acho que não tem solução no seu caso que não seja prioritizar o tempo para se manter organizada, de modo que sobre o tempo pro estudo. E lembrar de tirar 10 min algumas vezes só para respirar fundo, recuperar o fôlego. Se a barra pesar demais o único jeito é rever os compromissos e ver o que é realmente viável, importante, lucrativo, etc. de modo a diminuir o passo.

Vanessa disse...

Lembra que vai valer (está valendo) a pena, nos intevalos ouça música, cante no carro pra relaxar, nos momentos curtos que não der pra concentrar pra estudar, leva uns gibis da mônica (que conclui rápido e não cansa os olhos) pra ler, de vez em quando sai do consultório até a esquina pra comprar um picolé e olhar a paisagem. Ora e pede a Deus que renove as tuas forças a cada dia! (vide Mateus 11:28)

Logo a especialização termina e vai sobrar tempo de novo! Parabéns pelo consultório, que conquista legal!

Abraços!