sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Idas ao médico

É claro que, como em tudo na minha vida, as minhas consultas médicas são, no mínimo, excêntricas.

Quando comentava com amigas coisas que ouvia nos consultórios, elas sempre achavam que eu exagerava, mas hoje eu pensei: não é exagero, é karma!!!

Fui ao otorrino resolver o meu problema de surdez súbita (logo eu, que escuto igual a um elfo!), papo vai, papo vem... eu não sei como, ele pergunta: "(...) você gosta de sexo?" (o que, raios, isso se relaciona com o meu ouvido????)

Pera, podem ir parando de imaginar coisas... voltarei para explicar a situação calmamente, e desde o princípio.

Há tempos, na saudosa Terrinha Natal, eu precisava ir com frequência no pneumologista. E lá o drama era forte, desde a anamnese inicial o médico já meio que desvirtuava a coisa toda:
"- Você é feliz na sua vida sexual?" Ai eu: "-Se eu tivesse uma vida sexual, seria."
"-Você não pratica sexo por que?" Ai eu: "-Nesse momento eu terminei um relacionamento... "
"- Você deve ter uma vida sexual ativa e prazeirosa" Ai eu: "- Olha, eu sei, mas nesse momento eu tenho outras prioridades..."
"- Não, as pessoas PRECISAM de sexo, você TEM que arrumar um parceiro." Ai eu: ...
"- Você foi feliz na sua última realidade sexual?" Ai eu: (tentava explicar, né gente?)
"- Você é uma pessoa que se libera com facilidade?" ... Já deu prá sacar o drama né?

Quero deixar bem claro que ele era PNEUMOLOGISTA!

Devido a problemas de insônia e hiperatividade procurei psiquiatras. Vocês podem imaginar, não é? Um disse que a minha abordagem independente, forte e "feminista" sobre a vida era uma desculpa esfarrapada de mulheres que sonhavam em ter um pinto. É gente... assim mesmo!

O outro vivia perguntando qual era o tipo de droga que eu utilizava. Um dia chegou a afirmar que tinha CERTEZA que eu havia me drogado antes de ir para a consulta.
Ele: "- Você usa cocaína?" Eu: "-Não"
Ele: "- Mas você já usou cocaína, não é?" Eu: "-Não, não curto drogas"
Ele: "- Nem uma maconha?" ... Deus me ajude!

Outras inúmeras situações estranhas ocorreram. Porém, voltando ao assunto inicial... ao otorrino.
"- Você sabia que na sua idade as mulheres precisam mais de sexo?" Eu: -É?

Olha, nem vou continuar... sinceramente, deve ter algo de muito errado!

Que bom que, na minha consulta de ontem, o médico só disse que eu devia fazer exercícios e tomar vitaminas.

2 comentários:

Laura Schwartz disse...

Duas perguntas:

1- Surdez súbita? (tira o headphone do ouvido! Escuta Utada mais baixo!)

2- Pq eu nunca soube que seus médicos eram tarados sexuais?

Diana Bitten disse...

Cllaaaaaro que você sabia!!!

Inclusive, no lance do pneumologista, lá em Terê, as que mais implicavam eram vc e sua mãe!!

Ah... é cara, esses dias eu só tava escutando com o ouvido direito, parecia que tinha entrado água no ouvido... não tem nada a ver com o headphone!

Implicante!