terça-feira, 26 de abril de 2011

Falta de respeito

Entre uma resenha e outra... vou reclamar (isso tá virando um péssimo hábito).

Tenho me sentindo tão desrespeitada e tenho reparado que tanta gente tem desrespeitado tanta gente... nossa, ficou confuso isso, facilitando: o desrespeito tem reinado, e isso tem me incomodado.

Sinceramente acho que hoje em dia simplesmente você não tem como acertar. Vc sempre estará errada, independente da sua escolha. Portanto devemos dar a sorte de escolher o caminho "menos errado", ou começar a ter um brejo no peito, de tanto engolir sapos.

Você não pode fazer uma escolha que fuja aos padrões.

Se você emagrece vc está doente e feia; se você engorda, você está gorda e feia; se seu cabelo está caindo, está ralo; se o seu cabelo tem muito volume, está feio; se você está quieta, está mal humorada; se você está falando muito, está agitada demais; se você sai muito, "não sossega"; se você não sai, "não faz nada"; se você está trabalhando muito, é mercenária, capitalista; se você não está trabalhando muito, é preguiçosa; se você está solteira, é encalhada; se você está namorando, é chata pq está "casada"; se você é gay, está pecando; se você é hétero, está fora de moda...

Alguém tem um manual de vivência humana?

CLARO que admito que erramos, todos erramos, e MUITO! Mas temos que ter a liberdade de fazer escolhas pessoais, que fujam da mesmice midiática, cultural ou religiosa.

Quererem te forçar a aceitar um sistema proposto pela sociedade quando você simplesmente não se encaixa a ele, e quando essa sua opção você não faz mal a ninguém, é ABSURDO!

Um exemplo claro disso, da minha vida pessoal, em que eu sempre sou desrespeitada, sempre sou abusada é minha opção dietética que, para mim, é mais do que simplesmente o ato de comer, e sim um ato filosófico, de amor a vida até!!!! Sou vegetariana, por motivos fortes e embasados... NÃO CONCORDO com os hábitos alimentares de hoje em dia... MAS NÃO CRITICO quem os pratica!

Não fico tentando convencer ninguém a entrar no meu esquema, assim como não critico as pessoas que seguem um sistema diferente do meu... mesmo não concordando. MAS NÃÃÃO... eu estou errada.

Hoje ouvi que meu colesterol está alto por causa da minha opção alimentar e que, "se eu não fosse tão ridícula e parasse com essa palhaçada, meu colesterol estaria normal".

Sem mais comentários. E viva o respeito!

6 comentários:

'Lara Mello disse...

Super falta de respeito.. Adorei e concordei muito com o blog.. Bju!

Ferreira Neto disse...

Minha avó dizia que, depois que inventaram o pedido de desculpas, ninguém mais se sentia obrigado a ser educado.
Já passei MUITA raiva com desrespeito alheio, mas hoje tenho um política de não interferência aliada a um descaso intencional.
Estou dirigindo, um carro passa doido e me dá uma fechada, já não vou mais para o "barbeiro filhodapusta!".
Agora eu penso que o pobre infeliz deve ter alguem doente no banco de trás, e tem pressa em leva-lo ao hospital.
Se alguém me diz "Nossa, você está gordo" (ou magro, ou mal vestido, ou andando torto, o que seja) eu falo "Pois é..." e vou logo para o assunto que me interessa. Na falta desse, já era hora de ir embora mesmo.
Não estou dizendo que uma postura egoista seja a melhor alternativa, mas socialmente, hoje em dia, eu vou lá e colho o que eu quero e deixo lá o que não me interessa.
Decidi que a sociedade vai me servir, e que o oposto vai ocorrer quando eu decidir, não antes.
Se está bom eu fico, se está ruim eu parto, mas não levo essa carga negativa comigo não.
Meu respeito começa e acaba em mim.
Assim, posso respeitar os outros, posso impor uma linha de respeito dos outros para comigo, mas principalmente, mantenho por mim respeito suficiente para não me deixar afetar pela tristesa, solidão, amargura e inadequação social de quem quer que seja.

Laura disse...

Concordo contigo, viu? Acho que sei de duas coisas a que você se refere no post, e acho idiota este tipo de cobrança, pressão, opinião sobre a vida alheia.

Quanto a falarem da sua alimentação, manda todo mundo à merda! E manda eles olharem o colesterol deles no caminho.

Camila Monteiro disse...

Interessante seu post. É realmente iso que acontece, não eiste um caminho a trilhar sem que se esbarre em alguém dizendo que vc está errada.
Não dá pra agradar a todos entao simplesmente pare de tentar. Se agrade e pronto!
Não é facil não, mas compensa mais do ue ficar passando raiva, eu sei porque sofro o mesmo mal só que por motivos diferente!

Quanto a ser vegetariana nao tenho nem o que dizer, eu gostaria de ser e nao consigo porque sou uma droga de uma carnivora, mas um dia chego lá! Admiro essa tua posição!

Beijao, te seguindo!

Diana Bitten disse...

Obrigada pela visita e, além de adorar os comentários, achei-os muito pertinente.

Realmente, chega uma hora que devemos é pensar no nosso bem estar e não nos importarmos com as interferências externas.

Abços a todos!

nefasta disse...

Sabe, é um saco mesmo! Sei bem como é optar por algumas coisas um pouco diferente dos outros e ser criticada por isso (ex: prefiro 100000000 de vezes ficar em casa lendo/vendo qualquer coisa ao invés de sair pra baldinhas). Mas, é aquela coisa: um dia, aquele que critica um dia será criticado. Sabe como é, pimenta no ##@!! dos outros é refresco. ;P