sábado, 23 de abril de 2011

Cisne Negro

Tenho andado um pouco frustrada por estar tão atrasada em relação a filmes. Têm sido lançados uma grande variedade de filmes, com bons títulos e eu tenho andado meio à margem disso. Não sei o motivo, mas pretendo logo logo voltar à ativa e me atualizar.

Para piorar minha frustração, queria resenhar todos os que vejo aqui, mas assisti vááários filmes bons como Tropa de Elite 2, O Discurso do Rei (entre outros), e várias porcarias, como O Homem de Ferro 2, O Turista (entre outros) e simplesmente não bloguei. Vontade eu tive, agora vai entender o motivo da ausência...
Bom, indo agora ao motivo deste post: Cisne Negro.

Cisne Negro foi muito reconhecido pelos críticos, indicado para cinco premiações grandes, conquistou vários prêmios, inclusive o Oscar de melhor atriz para Natalie Portman.

Por tudo isso eu já tinha que vê-lo, mas a curiosidade cresceu ainda mais quando, em sua resenha, Laura disse que "para quem gosta de filmes com menos ação e mais cabeça, com certeza vale muito a pena", e já que confio em seu gosto, achei que teria a mesma impressão que ela.

Só tinha esquecido que ela é apaixonada por balé, e eu não... aliás, depois que vi o filme, tenho certeza que eu DEFINITIVAMENTE não gosto de balé. Ai complica, acho que o filme tem todas as qualidades que as críticas ressaltaram, mas sinceramente acredito que quem não curte balé não vai gostar tanto do filme.

A estória nos apresenta Nina (Natalie Portman), uma Bailaria de 28 anos que acaba de conseguir o papel principal na montagem do Lago dos Cisnes. A moça tem uma relação conturbada com sua frustrada e superprotetora mãe e apresenta crescentes distúrbios de comportamento. O filme é focado na busca interior de Nina para encontrar seu "cisne negro", já que na representação de seu antagonista, o "cisne branco", a bailarina já atinge a perfeição.

Natalie Portman tinha mesmo que ter ganhado o Oscar, pois sua atuação está excelente! O diretor do filme, Darren Aronfsky (o qual, ignorantemente, eu não conhecia ou nunca havia prestado atenção), também fez um excelente trabalho e acertou em cheio ao dar o clima ao filme. Ambos conseguiram nos deixar completamente angustiados, tensos e vidrados nos devaneios, nos conflitos e terrores psicológicos de Nina.

Falando de forma estritamente pessoal, em certos momentos eu fiquei a ponto de parar de ver o filme, de tanto nervoso que estava me dando. A casa de Nina me arrepiava, o teatro me deixava tensa, o clima do filme estava me deixando desconfortável! Eu ficava o tempo todo imaginando o que iria acontecer, porém já não aguentava ver quando acontecia, se é que me fiz entender.

O filme mexeu comigo. Mas não de uma forma boa, fiquei desconfortável. Eu não assistiria de novo DE JEITO ALGUM e recomendaria apenas para um grupo MUITO restrito de pessoas.

Veja o trailer aqui.

5 comentários:

'Lara Mello disse...

Eu adorei o filme e fiz ballet por 10 anos, acho que quem não curte muito, não vai gosta tanto.. Sorte!

Diana Bitten disse...

Olá Lara!

Como sempre bem vinda!

É, menina, a maioria adorou o filme... não sei o que ocorreu comigo rs.

Abço!

Alexandre Lancaster disse...

Só dando um oi.

Ei, Homem de Ferro 2 não é porcaria! XD

Diana Bitten disse...

Olá Alexandre! Oi!

Rsrsr Homem de Ferro 2 é chato pra kct! rsrsrs Eita mentirada braba!!! rsrsrsr

Alexandre Lancaster disse...

Mas mentirada é que é legal! Quando quero algo realista, leio não-ficção, livros-reportagem, essas coisas. :)