domingo, 9 de maio de 2010

Chegando à (crise dos) trinta

Sempre ouvi falar da crise dos trinta das mulheres. Sempre achei babaquice. Até agora.

Estou quase lá e já me sinto terrivelmente estranha. Pode parecer bobeira para quem lê (inclusive se eu estivesse lendo um post desse eu acharia), porém se alguém passou sabe que realmente existe e é estranho, como se eu tivesse com uma "síndrome de adolescência retardada".

Explico o porquê, questões que até pouquíssimo tempo atrás eu não ligaria a mínima, agora eu ligo, como por exemplo:

- Roupas. Sempre fui super desencanada para isso, usava mesmo uns decotões, short muito curto, saía de biquíni na rua e, caso tivesse que ir muito longe, eu apenas colocava uma saída de praia (tá, eu ainda faço isso às vezes) - bom deixar claro que tudo sem maldade, eu NUNCA fui e NUNCA serei vulgar ou tendendo à "piriguetice" -, porém agora eu fico pensando se eu já não passei da idade para determinadas coisas.

- Pele. Sempre fui extremamente desleixada para isso tb, o máximo que fazia era passar protetor solar (isso tb depois que eu retirei uma pinta do queixo e tive que usar para não dar mancha). Hoje em dia estou super encanada com olheira, com rugas de expressão, com acne, com mancha... com todas as coisas que eu teimo em achar quando procuro.

- Peso. Nunca liguei muito para isso tb, aliás, eu (ainda) como muito, para alimentar tranquilamente duas pessoas saudavelmente. Porém agora (mesmo não passando dos 52 quilos) eu me sinto cada dia menos magra e penso duas vezes quando vou comer (não que eu consiga deixar de comer, não, ainda não cheguei nesse ponto).

- Plástica. Nunca cogitei muuuito a idéia de fazer plástica. Agora eu mais de duas vezes na semana eu penso seriamente em arrumar pelo menos duas coisinhas.

- Falar muito. Em situações normais eu falo igual a uma maritaca. Triste isso, mas é um fato. Agora dei para me mancar e consigo (acreditem) me controlar muito. Inclusive minha opiniões intransigentes ou minha personalidade excessiva conseguem, muitas vezes, serem mantidas sob controle.

- Fazer piada, dar pulinhos, correr na rua e bater nos amiguinhos. Descontando em alguns mais chegados, ou quando vou à praça jogar bola com meu filhote, também eu estou conseguindo me segurar nesse sentido. Antes eu não parava duas vezes para tomar alguma atitude corporal como um molequinhos de dez anos, agora eu, na maioria das vezes, consigo pensar pelo menos uma vez e tentar não fazer.

- Preconceito e radicalismo. Sempre me considerei uma pessoa muito mente aberta. Muito demais, aliás. Porém agora consigo citar pelo menos umas 3 ou 4 coisinhas que não tenho tolerado tão bem quanto antigamente. Simplesmente estou muito radical em relação a algumas questões sociais, principalmente.

- Não saber se estou tomando as decisões corretas, se estou vivendo de uma forma satisfatória e estar sentindo que o tempo fica cada vez mais curto.

Olha, lendo o que acabei de escrever pode parecer que estou me tornando mais fútil e ranzinza, mas não é. Mesmo.

Posso estar um pouco insegura, sem saber direito qual postura "é aceitável" ou melhor, se existe essa coisa de "postura aceitável". Posso estar meio encanada tb pois no documento eu quase tenho 3 décadas, mas na alma eu não passei dos 18. E o pior, eu vejo essas menininhas de 18 se atracando com os menininhos de 18 e, na minha visão eles ainda são pequenos demais para isso (rsrs). E de saber que quando acontece de eu dizer minha idade para rapazinhos de 22 eles dizerem: - Sééééério, neeeeeeem pareeeeece! (como se eu tivesse acabado de falar que eu tinha uma doença venérea ou uma maldição, e não apenas que tenho 29).

Estou insegura sim. Confusa também. E o pior, uma coisa eu tenho certeza: não tenho mais idade para isso. Ah que saudade dos 16, onde eu poderia ter tido (e não tive) as crises que eu desejasse que seriam totalmente desculpáveis!

3 comentários:

Laura Schwartz disse...

Cara, eu também já sinto saudades da adolescência e de seus problemas que eram enormes mas nada comparados a minha vida agora ...

Anônimo disse...

nAVEGANDO NA INTERNET ENCONTREI SEU BLOG...PUTZZ..AMEI!
SOU NOVA NISSO E ACABEI DE FAZER UM TEM 2 MESES...SEMPRE GOSTEI DE ESCREEVER...
E SÓ AGORA QUE EXPONHO ISSO..
SEU BLOG É MUITO DIVERTIDO...E CEHIO DE COISAS INTERESSANTES...
EU AINDA PENO COM O MEU...
PARA COLOCAR LÁ TUDO QUE GOSTO...
NÃO REPARE SE ME VISITAR...
MAS GOSTARIA QUE VISSE..
PARABÉNS!

Meus Pensamentos... disse...

adorei! parabéns